A construção da cidade de Belo Horizonte e a formação educacional das classes trabalhadoras (1893-1930)

  • Daniela Oliveira Ramos dos Passos Universidade do Estado de Minas Gerais - UEMG

Resumo

 

Pensar a formação dos trabalhadores em Belo Horizonte é também pensar a construção deste espaço onde as disputas políticas pelo acesso à cidade, melhores condições de vida e trabalho tornaram-se pano de fundo da constituição dos operários belorizontinos enquanto classe. Quanto à educação, apesar de prevista no projeto arquitetônico de Belo Horizonte, a estrutura escolar da instrução pública somente se organizou a partir de 1906. Nessa conjuntura, as associações operárias desempenharam um importante papel, já que algumas delas mantiveram escolas destinadas aos trabalhadores, em suas sedes ou nos centros fabris. Assim, o objetivo do artigo é o de investigar a formação dos trabalhadores belorizontinos no início do século XX e a luta em prol de melhores condições de trabalho e vida, passando pela possibilidade de instrução pedagógica da classe trabalhadora. Analisar a luta por uma educação dos operários, o que simboliza na oferta de cursos, atividades educativas e palestras ofertadas pelas entidades classistas.

 

Publicado
2020-07-30