O paradoxo da educação escolar: análise crítica das expectativas contraditórias depositadas na escola

  • Dermeval Saviani

Resumo

A conferência de encerramento do seminário Pedagogia em Debate, reproduzida neste artigo, em primeiro momento, analisa a autonomia/submissão da escola. À pergunta: Que escola queremos? tem uma primeira resposta: Queremos uma escola que forme para a cidadania ou, como consta da legislação, que prepare para o exercício consciente da cidadania. Mas o que é cidadania? O que é ser cidadão? A análise do primeiro item dá resposta a esta questão. Em seguida, acrescenta-se que a escola seja justa, isto é, que seja imparcial. Um terceiro ponto traz à tona um entendimento sobre o paradoxo da (des)igualdade e da ini(e)quidade da escola que queremos. Dessa maneira, o autor explica o caráter paradoxal da escola, concluindo por abrir um caminho pelo qual será possível resolver o paradoxo da educação escolar e superar as expectativas contraditórias depositadas na escola.

Publicado
2018-11-06