As Políticas públicas educacionais no contexto das escolas públicas do meio rural e a Educação do Campo

  • Magda Gisela Cruz dos Santos Universidade Federal de Pelotas – UFPel
  • Conceição Paludo Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Resumo

O artigo apresenta uma análise das políticas públicas educacionais no contexto das escolas do meio rural, a partir do processo de ampliação e expansão dessas políticas nas duas últimas décadas. Com base na ‘pesquisaação’ realizada pelo Projeto Observatório da Educação do Campo, junto a escolas do meio rural, no Estado do Rio Grande do Sul, entre os anos de 2011 a 2014 e tendo como parâmetro teórico as proposições da Educação do Campo, o objetivo foi o de explicitar alguns dos impactos dessas políticas nas escolas e de ampliar o entendimento crítico sobre as mesmas. A coleta dos dados contou com dez entrevistas semiestruturadas e com a análise de apontamentos dos diários de campo, de 2013 e 2014, efetivadas pelos bolsistas do Observatório. Os eixos analíticos constituíram-se a partir dos aspectos citados com regularidade na análise das entrevistas e diários de campo e se efetivaram com o auxílio de revisão bibliográfica. Como principal resultado da pesquisa, observamos a dificuldade que os profissionais da educação e a comunidade escolar apresentam em realizar uma análise crítica das políticas públicas educacionais e do projeto de escola e de campo que as sustentam, pela forma como essas políticas são implantadas, o que se constitui em um obstáculo significativo para o avanço real e efetivo da Educação do Campo nas escolas do meio rural.

Biografia do Autor

Magda Gisela Cruz dos Santos, Universidade Federal de Pelotas – UFPel

Doutoranda em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da
Universidade Federal de Pelotas. Bolsista CAPES.

Conceição Paludo, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutora em Educação. Atualmente é professora e pesquisadora na Universidade Federal
do Rio Grande do Sul.

Publicado
2018-09-18