As masculinidades nas telenovelas do horário nobre da Rede Globo: uma proposta de observação da representação de um novo espectro de masculinidades à luz da Teoria Queer

  • Daniela Jakubaszko USCS - Universidade Municipal de Sao Caetano do Sul
  • João Nemi Neto Columbia University in the City of New York

Resumo

O presente estudo apresenta um levantamento, ainda em andamento, de personagens das telenovelas do horário nobre da Rede Globo que trabalhem com a representação de diferentes vivências de masculinidade. A proposta é dialogar com as questões de gênero, a partir da teoria queer, de forma a perceber como a telenovela propõe a desconstrução do machismo e apresenta um espectro mais amplo de masculinidade, que inclua a diversidade de experiências e vivências mais próximas do cotidiano dos indivíduos (ou cidadãos) homens brasileiros. Como a telenovela constrói as representações das masculinidades? Há a prevalência de um ideal hegemônico ou ela trabalha a favor da diversidade? Como a desconstrução do machismo se faz presente na telenovela? Neste artigo, mostramos que muitos personagens que se identificam com o gênero masculino não se identificam com o modelo hegemônico, outros procuram se perceber fora da lógica masculino-feminino e, por fim, alguns chegam a ultrapassar a lógica binária, assumindo uma identidade de gênero feminina.

Biografia do Autor

Daniela Jakubaszko, USCS - Universidade Municipal de Sao Caetano do Sul
Mestre e Doutora em Ciências da Comunicação pela ECA-USP, é professora da Escola de Comunicação da USCS - Universidade Municipal de São Caetano do Sul. Estuda a teledramaturgia brasileira há 18 anos e desde o doutorado pesquisa produção de sentidos da masculinidade na telenovela. Faz parte da equipe do Grupo de Pesquisa Memóias do ABC do Laboratório Hipermídias de Comunicações Culturais (USCS), estudando sobre memória e representações sociais na telenovela.
João Nemi Neto, Columbia University in the City of New York
João Nemi Neto (jn2395@columbia.edu) Mestre em educação pela Universidade de São Paulo e doutor em Hispanic and Luso-Brazilian Literatures and Languages com uma concentração em LBGTQ Studies pelo Graduate Center/ City University of New York. É professor no Latin American and Iberian Cultures Department da Columbia University em Nova York onde ministra cursos de língua portuguesa e culturas lusófonas. Atualmente pesquisa masculinidades e efeminidades em cinema, literatura e telenovela. Já publicou e apresentou trabalhos sobre pedagogia queer, literatura, mídia e teoria queer.
Publicado
2018-07-01