A percepção de Discentes de Ciências Contábeis sobre o uso da Simulação de uma Empresa no Aprendizado de Contabilidade no Primeiro Período do Curso.

  • Marcia da Silva Carvalho Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ
  • Luís Antônio Gióia Ettore Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ
  • Cláudia Ferreira da Cruz Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ

Resumo

Este trabalho teve como objetivo avaliar a percepção de discentes de Ciências Contábeis de uma instituição federal de ensino superior, sobre a metodologia usada no ensino de uma disciplina introdutória de Contabilidade, no primeiro período do curso. A discussão teórica do trabalho assume que a motivação constitui um requisito essencial para a aprendizagem e que os docentes exercem papel relevante no incentivo à motivação dos discentes, por meio de adoção de metodologias adequadas (ativas e reflexivas) ao conteúdo a ser ministrado e de um adequado planejamento de aulas. A pesquisa foi conduzida por meio a aplicação de um questionário para avaliar a percepção dos discentes quanto à experiência com a metodologia de aprendizagem de simulação de uma empresa denominada Ma Cherie, entre os períodos 2015.1 e 2016.1, que resultou em 100 questionários válidos. Os resultados apontaram um nível de percepção bastante favorável, superior a 90%, no que tange à contribuição da metodologia da simulação de uma empresa para melhorar o aprendizado dos conteúdos teóricos ministrados. Embora as operações simuladas tivessem caráter simplificado em comparação com transações mais complexas realizadas pelas empresas, os discentes consideraram uma oportunidade adequada de vivenciar as atividades profissionais de um contador, além de possibilitar integração entre os colegas, uma vez que a atividade foi elaborada em duplas. Os discentes sugeriram a realização de operações contábeis mais complexas e a adoção da metodologia em disciplinas subsequentes do curso.

Biografia do Autor

Marcia da Silva Carvalho, Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ

Professora Adjunta na Faculdade de Administração e Ciências Contábeis-FACC/UFRJ e Professora do PPGCC/UFRJ. Atuando na área de contabildiade introdutória na graduação e metodologia do ensino superior no programa de pós-graduação stricto sensu. Pesquisas na área de ensino e contabildiade pública.

Luís Antônio Gióia Ettore, Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ
Aluno concluinte em 2017/2 no curso de ciências Contábeis na Faculdade de Administração e Ciências Contábeis - FACC/UFRJ e monitor na disciplina Contabilidade I, ministrada pela Profª Marcia da Silva Carvalho. Aprovado para iniciar o mestardo em Contabildiade na FEA/USP em fevereiro de 2018.
Cláudia Ferreira da Cruz, Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ
Professora Adjunta na Faculdade de Administração e Ciências Contábeis-FACC/UFRJ e Professora e coordenadora do PPGCC/UFRJ. Atuando na área de contabildiade financeira na graduação e contabildiade pública no programa de pós-graduação stricto sensu. Pesquisas na área de ensino e contabildiade pública.
Publicado
2019-07-03