Formação Continuada de Professores: as Ações da Universidade e a Lei n. 10.639/2003

  • Wilma Nazaré Baía Coelho Universidade Federal do Pará - UFPA
  • Nicelma Josenila Britos Soares Universidade Federal do Pará - UFPA

Resumo

Este artigo analisa as ações desencadeadas em face dos marcos legislativos educacionais no que tange a formação de professores e à implementação da Lei n. 10.639/2003. Tal análise contemplará o atendimento do que preceituam as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior e para a formação continuada, em função da necessidade de “diálogo e a parceria com atores e instituições competentes, capazes de contribuir para alavancar novos patamares de qualidade ao complexo trabalho de gestão da sala de aula e da instituição educativa” (BRASIL, 2015, Art. 16, parágrafo único). Nesse aspecto, nosso objetivo consiste na análise das ações desencadeadas a partir dos marcos legislativos como estratégia para o estabelecimento do diálogo, na parceria entre a universidade e a escola básica. O trabalho do professor Ahyas Siss (2008) apresenta uma reflexão circunstanciada sobre a dimensão pretendida nesta discussão, inspiradora para a inflexão ora desenvolvida.

Palavras-chave: Formação continuada. Lei n. 10.639/2003. Universidade. Escola básica

Publicado
2017-10-26