Interação Professor-Aluno No Ensino Fundamental: Um Panorama De Estudos Nacionais

  • Ana Priscila Batista Universidade Estadual do Centro-Oeste
  • Lidia Natalia Dobrianskyj Weber Universidade Federal do Paraná

Resumo

Sendo que a escola é um dos principais contextos sociais no qual a criança está
inserida, é relevante o estudo das relações estabelecidas em tal meio, dentre elas, as interações estabelecidas entre professor e aluno. Assim, a presente pesquisa buscou obter um panorama da produção científica nacional em Programas de Pós-Graduação nos últimos anos sobre a interação professoraluno
do Ensino Fundamental. Isso foi feito a partir de critérios específicos utilizados para a seleção de dissertações e teses que constam no banco de teses da CAPES. Os 35 estudos encontrados, sendo 30 dissertações e cinco teses, foram analisados quanto à perspectiva teórica utilizada, objetivos, instrumentos utilizados para avaliar tal interação e resultados obtidos. Os resultados mostram pesquisas realizadas a partir de diferentes perspectivas teóricas, com objetivos voltados para a análise de interações professor-aluno e vários aspectos envolvidos, sejam relacionados aos professores, sejam aos alunos ou ambos. A maioria das pesquisas usou mais de um instrumento e nenhuma utilizou ou teve como objetivo desenvolver um instrumento que avaliasse diretamente algumas dimensões e aspectos envolvidos na interação professor-aluno. Os resultados apontam na mesma direção da literatura sobre o assunto: melhores interações professor-aluno propiciam resultados mais positivos, em diversas áreas, para os envolvidos. Ainda, os estudos analisados demonstram diversas relações entre o comportamento do professor e o comportamento de alunos. Essa análise permitiu um panorama acerca do que vêm sendo estudado dentro de uma gama de aspectos presentes nas interações professor-aluno e aponta para a necessidade da continuidade de tais investigações, dada a complexidade e importância de tal temática.

Biografia do Autor

Ana Priscila Batista, Universidade Estadual do Centro-Oeste
Possui graduação em Psicologia pela Universidade Estadual de Londrina - UEL, especialização em Terapia Comportamental e Cognitiva: teoria e aplicação pela Universidade de São Paulo - USP, mestrado em Psicologia Experimental pela Universidade de São Paulo - USP e doutorado em Educação pela Universidade Federal do Paraná - UFPR. É professora efetiva do Departamento de Psicologia da Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO, campus de Irati, PR. Coordena o Laboratório de Estudos sobre Infância e Adolescência (LEIA) na UNICENTRO.
Lidia Natalia Dobrianskyj Weber, Universidade Federal do Paraná
Lidia Natalia Dobrianskyj Weber é psicóloga (CRP08/0774), especialista em Antropologia Filosófica e em Origens Científicas e Filosóficas da Psicologia, mestre e doutora em Psicologia Experimental pela Universidade de São Paulo. Pós-doutora em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde na Universidade de Brasília. Atualmente é professora sênior e orientadora de Mestrado e Doutorado em Educação da UFPR e aposentada como professora Associada IV do Departamento de Psicologia da Universidade Federal do Paraná. Atual membro do Conselho Científico da Association Francophone de Psychologie et Psychopathologie de lenfant et ladolescente (Paris, 2012); Membro da diretoria do Conselho Regional de Psicologia (1986-1992); Representante latino-americana da Society of Research in Community Psychology da American Psyhological Association (1999-2005); Correspondente internacional da revista Journal de Psychologues de Paris (1998-2006); Editora da revista Interação em Psicologia (2000-2006); Parecerista de revistas e agências nacionais e internacionais; recebeu convites para proferir palestras em diferentes congressos nacionais e internacionais (França, Bélgica, Marrocos, Portugal, Itália, Espanha, Holanda, Rússia, Alemanha); recebeu diferentes travel awards integrais dos congressos para apresentar seus trabalhos de pesquisa em eventos internacionais. Publicou dezenas de artigos em revistas especializadas, capítulos de livros e doze livros e tem sido consultora de diferentes mídias sobre matérias que envolvem psicologia e proferido palestras em todo Brasil. Atua na área de Psicologia, como pesquisadora e palestrante, com ênfase em Estilos e Práticas Educativas Parentais, Abandono e Adoção e Relacionamento Amoroso.

Referências

ABRAMOVAY, M.; VALVERDE, D.O.; BARBOSA, D. T.; AVANCINI, M. M. P.; CASTRO,
M. G.. Cotidiano das escolas: entre violências. In: M. ABRAMOVAY (Coord.). Brasília:
UNESCO, Observatório de Violência, Ministério da Educação, 2005.
ANASTASSAKIS, L. A dimensão afetiva na relação pedagógica e na construção
da subjetividade. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em
Educação, Universidade Estácio de Sá, Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 2003.
BAKER, J. A. Contributions of teacher–child relationships to positive school
adjustment during elementary school. Journal of School Psychology, 44,
211– 229, 2006.
BATISTA, A. P.;WEBER, L. N. D. Estilos de liderança de professores da educação
infantil: uma análise a partir do modelo de estilos parentais. In: S. R. G.
Pietrobon, & N. T. Ujiie. Educação infantil: saberes e fazeres. (pp. 55-65).
Curitiba: CRV, 2011.
BATISTA, A. P.;WEBER, L. N. D. Estilos de Liderança de professores: aplicando
o modelo de estilos parentais. Revista Semestral da Associação Brasileira de
Psicologia Escolar e Educacional, 16(2), 299-307, 2012.
BAUMRIND, D. Effects of authoritative control on child behavior. Child
Development, 37, 887-907, 1966.
BERRY, D.; O’CONNOR, E. Behavioral risk, teacher–child relationships, and social
skill development across middle childhood: a child-by-environment analysis of
change. Journal of Applied Developmental Psychology, 31, 1–14, 2010.BIRCH, S. H.; LADD, G. W. children’s interpersonal behaviors and the teacherchild
relationship. Developmental Psychology, 34(5), 934-946, 1998.
BISOGNIN, E. M. O vínculo na educação infantil: discutindo afetos e emoções.
Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Universidade de Passo Fundo, Passo Fundo, RS, Brasil, 2005.
BRASILEIRO, A. M. M. A emoção na sala de aula: impactos na interação
professor/aluno/objeto de ensino. Tese de Doutorado. Programa de PósGraduação
em Letras. Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, MG,
Brasil, 2012.
CANTARELLI, J. M. A linguagem como forma de violencia na relação professoraluno
em sala de aula. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em
Educação. Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, Brasil, 2012.
CONNOR, C. M.; SON, S.; H, HINDMAN, A. H.; MORRISON, F. J. Teacher
qualifications, classroom practices, family characteristics, and preschool
experience: Complex effects on first graders’ vocabulary and early reading
outcomes. Journal of School Psychology, 43, 343–375, 2005.
CORRÊA, C. I. M. Habilidades sociais e educação: programa de intervenção
para professores de uma escola pública. Tese de Doutorado. Programa de PósGraduação
em Educação, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita
Filho, Marília, SP, Brasil, 2008.
CURBY, T. W.; RIMM-KAUFMAN, S. E.; PONITZ, C. C. Teacher–child
interactions and children’s achievement trajectories across kindergarten and
first grade. Journal of Educational Psychology, 101(4), 912–925, 2009.
DEL PRETTE, Z. A. P; DEL PRETTE, A. Psicologia das relações interpessoais:
vivências para o trabalho em grupo. Petrópolis: Vozes, 2001.
DAVIS-KEAN, P. E.; ECCLES, J. S. Influences and challenges to better parentschool
collaborations. In: PATRIKAKOU, E. M.; WEISSBERG, R. P.; REDDING,
S.; WALBERG, H. J. (Orgs.) School-family partnerships for chidren’s success.
New York: Teacher College Press, 2005.
DEL PRETTE, A.; DEL PRETTE, Z. A. P. Habilidades sociais e construção
de conhecimento em contexto escolar. In: Zamignani, D. R. (Org.). Sobre
comportamento e cognição, v. 3, São Paulo: Ed. Arbytes, 1997.
DEL PRETTE, Z. A., DEL PRETTE, A. Treinamento de habilidades sociais na
escola: o método vivencial e a participação do professor. In: BANDEIRA, M.;
DEL PRETTE, Z. A. P.; DEL PRETTE, A. (Orgs.). Estudos sobre habilidades
sociais e relacionamento interpessoal. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2006.DEL PRETTE, Z. A. P., & DEL PRETTE, A. Um sistema de categorias de
habilidades sociais educativas. Paidéia, 18(41), 517-530, 2008.
DEL PRETTE, Z. A.; PAIVA, M. L. M. F.; DEL PRETTE, A. Contribuições
do referencial das habilidades sociais para uma abordagem sistêmica na
compreensão do processo de ensino-aprendizagem. Interações, 10(20), 57-
72, 2005.
DUARTE, R. F. Afeto e aprendizagem um olhar sobre a relação professor-aluno
e sua contribuição para a aprendizagem. Dissertação de Mestrado, Programa
de Pós-Graduação em Educação, Pontifícia Universidade Católica do Rio
Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil, 2003.
FUMO, V. M. S. Habilidades sociais acadêmicas de crianças com baixo e
alto desempenho acadêmico na interação com o professor. Dissertação de
Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal
de São Carlos, São Carlos, 2009.
GANANCIO, M. R. T. Relação professor-aluno: um jogo entre ensinantes e
aprendentes. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em
Educação, Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, SP, Brasil,
2003.
GUIMARÃES, F. R. Expressão da criatividade de estudantes de uma escola
pública do Distrito Federal e prática pedagógica: uma relação possível.
Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
Universidade Católica de Brasília, Brasília, DF, Brasil, 2012.
HAMRE, B. K., PIANTA, R. C. Student-teacher relationships. In: BEAR, G.
G., MINKE, K. M. (Eds.) Children’s Needs II: development, prevention and
intervention. Bethesda, MD: National Association of School Psychologists,
2006.
HENRIQUES, S. L. A. As práticas pedagógicas do cotidiano escolar como
fontes de violência na sala de aula. Dissertação de Mestrado, Programa de
Pós-Graduação em Educação, Universidade Católica de Santos, Santos, SP,
Brasil, 2004.
HOWES, C. Social-emotional classroom climate in child care, child-teacher
relationship and children’s second grade peer relations. Social Development,
9(2), 191-204, 2000.
KOEHLER, S. M. F. Violência psicológica: um estudo do fenômeno na relação
professor - aluno. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em
Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano, Universidade de São Paulo.
São Paulo, SP, Brasil, 2003.KUBO, O. M.; BOTOMÉ, S. P. Ensino-aprendizagem: uma interação entre dois
processos comportamentais. Interação em Psicologia, 5, 123-132, 2001.
LADD, G. W.; BURGESS, K. B. Do relational risks and protective factors
moderate the linkages between childhood aggression and early psychological
and school adjustment? Child Development, 72, 1579–1601, 2001.
LECH, M. B. Comportamentos profissionais docentes frente a comportamentos
agressivos dos alunos. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação
em Educação, Universidade de Passo Fundo, Passo Fundo, RS, Brasil, 2004.
LIBÓRIO, A. C. O. As interações professor-aluno e o clima para criatividade em
sala de aula: possíveis relações. Dissertação de Mestrado, Programa de PósGraduação
em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, Universidade
de Brasília, Brasília, DF, Brasil, 2009.
LUCCHESI, F. D. M. Interação Professor-Aluno, Conteúdo e Estratégias de
Ensino em aulas de Educação Física nas séries iniciais do Ensino Fundamental.
Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Psicologia do
Desenvolvimento e Aprendizagem, Universidade Estadual Paulista Júlio De
Mesquita Filho, Bauru, SP, Brasil, 2010.
LUCKNER, A. E.; PIANTA, R. C. Teacher–student interactions in fth grade
classrooms: relations with children’s peer behavior. Journal of Applied
Developmental Psychology, 32, 257–266, 2011.
MACCOBY, E.; MARTIN, J. Socialization in the context of the family: Parentchild
interaction. In: E.M. HETHERINGTON (Org.), Socialization, personality,
and social development (pp.1-101). New York: Wiley, 1983.
MACHADO, A. C. T. A. Interações professor-aluno: preferência por controle ou
por autonomia. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em
Educação, Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR, Brasil, 2009.
MALDONADO-CARREÑO, M.; VOTRUBA-DRZAL, E. Teacher–child
relationships and the development of academic and behavioral skills during
elementary school: a within- and between-child analysis. Child Development,
82(2), 601–616, 2011.
MANOLIO, C. L. Habilidades sociais educativas na interação professor-aluno.
Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Educação Especial,
Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, SP, Brasil, 2009.
MIKAMI, A. Y.; GRIGGS, M. S.; REULAND, M. M.; GREGORY, A. Teacher
practices as predictors of children’s classroom social preference. Journal of
School Psychology, 50, 95–111, 2012.NOVAK, G., PELÁEZ, M. Child and adolescent development: a behavioral
systems approach. Califórnia: Sage Publications, 2004.
OLIVEIRA, R. L. G. As atitudes dos professores relacionadas a indisciplina
escolar. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Educação,
Universidade Tuiuti do Paraná, Curitiba, PR, Brasil, 2004.
OLIVEIRA. L. M. S. A relação professor-aluno: traços culturais presentes
na interação em sala de aula. Dissertação de Mestrado, Programa de PósGraduação
em Educação: História, Política, Sociedade, Pontifícia Universidade
Católica de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil, 2009.
PAIVA, M. L. M. F. Variáveis psicológicas de professores e alunos, ações
interativas e desempenho acadêmico: investigando possíveis relações. Tese
de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Universidade de
São Paulo, Ribeirão Preto, SP, Brasil, 2003.
PAIVA, N. S. G. A (In)disciplina na escola e o processo de constituição de
sujeitos no cotidiano da sala de aula. Dissertação de Mestrado, Programa
de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Uberlândia,
Uberlândia, Brasil, 2005.
PARIS, F. R. G. Professor e aluno: os sentidos plurais de uma imbricada relação
- Um estudo sobre a relação pedagógica nas turmas de 5ª e 8ª séries em uma
escola pública de Ribeirão Preto. Dissertação de Mestrado, Programa de PósGraduação
em Educação, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos,
SP, Brasil, 2003.
PASSOS, V. O. A. O Relacionamento Professor-Aluno e o Bullying no Ensino
Fundamental. Tese de doutorado. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
Universidade Federal do Espírito Santo, Espírito Santo, ES, Brasil, 2012.
PATTERSON, G.; REID, J.; DISHION, T. Antisocial boys. Eugene: Castalia,
1992.
PEREIRA, M. E. M.; MARINOTTI, M.; LUNA, S. V. O compromisso do professor
com a aprendizagem do aluno: contribuições da análise do comportamento. In:
HÜBNER, M. M. C. Análise do comportamento para a educação: contribuições
recentes. Santo André: ESETec, 2004.
PIANTA, R. C.; STUHLMAN, M. W. Teacher-child relationships and children’s
success in the first years of school. School Psychology Review, 33(3), 444-458,
2004.
PINHEIRO, P. M. A. Sucesso escolar: uma possibilidade na relação professoraluno.
Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Educação,
Universidade de Brasília, Brasília, DF, Brasil, 2004.PISACCO, N. M. T. A mediação em sala de aula sob a perspectiva de Feuerstein:
uma pesquisa-ação sobre a interação professor-aluno-objeto da aprendizagem.
Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Educação,
Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, PR, Brasil, 2006.
RIBEIRO, J. D. S. O elemento humano na relação professor-aluno: as relações
construídas pelos sujeitos envolvidos nas práticas didático-pedagógicas.
Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Educação,
Fundação Universidade Federal do Piauí, PI, Brasil, 2004.
RIBEIRO, M. L. A afetividade na relação educativa. Estudos de Psicologia,
27(3), 403-412, 2010.
ROESER, R. W.; ECLES, J. S. Schooling and mental heath. In: SAMEROFF, A.
J.; MILLER, S. M. (Orgs.), Handbook of developmental psychopathology (2a
ed., pp. 135-156). New York: Kluwer Academic: Plenum, 2000.
SANTOS, O. M. A. A. A importância das interações nas práticas pedagógicas de
4ª para 5ª série do ensino fundamental de oito anos. Dissertação de Mestrado,
Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal Fluminense,
Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 2006.
SANTOS, M. G. Interações sociais no cotidiano escolar e suas implicações
para os processos de aprendizagem. Dissertação de Mestrado, Programa de
Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Amazonas, Manaus,
AM, Brasil, 2010.
SERAFIM, E. M. Interação em sala de aula. Dissertação de Mestrado. Programa
de Pós-Graduação em Linguistica, Universidade Federal de Uberlândia,
Uberlândia, MG, Brasil, 2004.
SILVA, J. O. A construção de vínculos na relação entre professores e alunos.
Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Psicologia Cognitiva, Universidade
Federal de Pernambuco, Recife, PE, Brasil, 2009.
SILVER, R. B.; MEASELLE, J. R.; ARMSTRONG, J. M.; ESSEX, M. J. Trajectories
of classroom externalizing behavior: Contributions of child characteristics, family
characteristics, and the teacher–child relationship during the school transition.
Journal of School Psychology, 43, 39–60, 2005.
VILA, E. M. Treinamento de habilidades sociais em grupo com professores de crianças
com dificuldades de aprendizagem: uma análise sobre procedimentos e efeitos da
intervenção. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Educação
Especial, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, SP, Brasil, 2005.
VILLANI, M. C. S. Alguns aspectos da abordagem skinneriana sobre educação.
In: TEIXEIRA, A. M. S. (Org.) Ciência do Comportamento – conhecer e avançar,
v. 2. Santo André: ESETec, 2002.YASUMARU, V. T. Comportamentos de indisciplina: um estudo com a 4ª série
do ensino fundamental. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação
em Educação, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, SP,
Brasil, 2006.
ZANDONATO, Z. L. Indisciplina escolar e relação professor-aluno, uma análise
sob perspectivas moral e institucional. Dissertação de Mestrado, Programa de
Pós-Graduação em Educação, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita
Filho, Presidente Prudente, SP, Brasil, 2004.
ZANOTTO, M. L. B. Subsídios da análise do comportamento para a formação
de professores. In: HUBNER, M. M. C., MARINOTTI, M. (ORG.). análise
do comportamento para a educação: contribuições recentes. Santo André:
ESETec, 2004.
WEBER, L. N. D. Interações entre família e desenvolvimento. In: Weber, L.
N. D. (Org.) Família e desenvolvimento: visões interdisciplinares. Curitiba: Ed.
Juruá, 2008.
WENTZEL, K. R. Are effective teachers like good parents? teaching styles and
student adjustment in early adolescence. Child Development, 73(1), 287–301,
2002.
WUBBELS, T. Student perceptions of teacher-student relationships in class.
Editorial. International Journal of Educational Research, 43, 1-5, 2005.
Publicado
2017-05-26