Sempre é Tempo de Saber: uma Ação Extensionista de Alfabetização Digital para Adultos e Idosos

  • Nájela Tavares Ujiie Doutoranda em Ensino de Ciência e Tecnologia (UTFPR). Mestre em Educação (UEPG). Coordenadora do projeto desde 2014. Docente lotada no Colegiado de Pedagogia, da Universidade Estadual do Paraná, Campus de União da Vitória (UNESPAR/UV).
  • Líris Rosalina Kroni Guerra Docente Especialista lotada no Colegiado de Pedagogia, da Universidade Estadual do Paraná, Campus de União da Vitória (UNESPAR/UV). Fundadora e orientadora do projeto.
  • Regiane da Silva Graduanda do Curso de Geografia (UNESPAR/UV). Bolsista de extensão PIBEX, Fundação Araucária.
  • Jean Carlos Alves da Silva Graduando do Curso de Geografia (UNESPAR/UV). Bolsista de extensão PIBEX, Fundação Araucária.

Resumo

O presente artigo visa à divulgação das ações do projeto de extensão “Alfabetização Tecnológica para Adultos, Educação e Cidadania: Sempre é tempo de Saber”, vinculado ao Curso de Pedagogia, da Universidade Estadual do Paraná, Campus de União da Vitória. Este projeto objetiva a inclusão digital e uso de novas tecnologias, bem como a utilização dos computadores e da internet, para formar adultos e idosos de União da Vitória, localizada no extremo sul do Estado do Paraná e de Porto União norte do Estado de Santa Catarina, saberes indispensáveis nos dias atuais. As aulas são focadas no trabalho coletivo referente à alfabetização tecnológica de adultos, com reuniões periódicas junto aos professores/orientadores. O público alvo é formado por adultos, idosos, voluntários e bolsistas bem como, professor/ orientador, e possui grande importância para que possamos aliar a teoria à prática, observando a realidade, os conhecimentos e necessidades individuais de cada membro inscrito no projeto. O projeto de extensão teve início no ano de 2006, e desde então vem desempenhando uma função social e educacional importante, uma vez que possibilitamos a esses adultos e idosos uma apropriação do conhecimento da tecnologia, e obtemos também um nascedouro de expectativas, superação, interação humana e digital.

Biografia do Autor

Nájela Tavares Ujiie, Doutoranda em Ensino de Ciência e Tecnologia (UTFPR). Mestre em Educação (UEPG). Coordenadora do projeto desde 2014. Docente lotada no Colegiado de Pedagogia, da Universidade Estadual do Paraná, Campus de União da Vitória (UNESPAR/UV).

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho(2003), especialização em Psicopedagogia pela Faculdade de Ciencias e Letras de Presidente Venceslau(2006), especialização em Habilitação Para Educação Infantil pela Faculdade de Ciências e Tecnologia - UNESP(2005) e mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Ponta Grossa(2009). Atualmente é professor titular da Universidade Estadual do Paraná. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Ensino-Aprendizagem. Atuando principalmente nos seguintes temas:Educação Infantil, Políticas Educacionais, lúdico, Brincar, concepções. (Texto gerado automaticamente pela aplicação CVLattes)


Líris Rosalina Kroni Guerra, Docente Especialista lotada no Colegiado de Pedagogia, da Universidade Estadual do Paraná, Campus de União da Vitória (UNESPAR/UV). Fundadora e orientadora do projeto.
Possui graduação em Pedagogia pela Faculdade Estadual de Filosofia Ciências e Letras de União da Vitória (1974) , graduação em Pedagogia Habilitação em Orientação Educacional pela Faculdade Estadual de Filosofia Ciências e Letras de União da Vitória (1980) e especialização em Metodologia do Ensino Superior pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (1986) . Atualmente é Professora Auxiliar nível II da Faculdade Estadual de Filosofia Ciências e Letras de União da Vitória. Tem experiência na área de Educação.
Regiane da Silva, Graduanda do Curso de Geografia (UNESPAR/UV). Bolsista de extensão PIBEX, Fundação Araucária.

Graduanda do Curso de Geografia (UNESPAR/UV). Bolsista de extensão PIBEX, Fundação
Araucária.

Jean Carlos Alves da Silva, Graduando do Curso de Geografia (UNESPAR/UV). Bolsista de extensão PIBEX, Fundação Araucária.
Graduando do Curso de Geografia (UNESPAR/UV). Bolsista de extensão PIBEX, Fundação Araucária.

Referências

BRASIL. Estatuto do Idoso. Brasília-DF: Congresso Nacional/Imprensa Oficial,lei 10.741, de 01 de outubro de 2003. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/l10.741.htm

FRANCO, A. N.; SILVA, J. C. P. Antropometria Estática de Indivíduos da Terceira Idade. São Paulo: Editora UNESP/ Cultura Acadêmica. 2009.

MACIEL, P. C. S.; PESSIM, G.; TENÓRIO, L. C. Terceira Idade e NovasTecnologias: Uma Relação de Possibilidades e Desafios. In: Congresso Internacional Interdisciplinar em Sociais e Humanidades. Niterói RJ: ANINTERSH/ PPGSD-UFF, 03 a 06 de Setembro de 2012. Disponível em: acesso em: 10 jun. 2016.

OLIVEIRA, R. C.; SCORTEGAGNA, P. A.; SILVA, F. O. A. da. Análise das Produções sobre Educação na Terceira Idade. In: Cadernos de Pesquisa: Pensamento Educacional. Curitiba-PR: UTP, v. 11, n. 28, mai./ago. 2016, p. 151-168.

PEREIRA, C.; NEVES, R. Os Idosos e as TIC: Competências de Comunicação e Qualidade de Vida. In: Revista Kairós Gerontologia. v. 14, n1, São Paulo, março 2011, p. 5-26. Disponível em: Acesso em: 08 jun. 2016

PINHEIRO JUNIOR, G. Sobre Alguns Conceitos e as Características de Velhice e Terceira Idade: Uma Abordagem Sociológica. In: Revista Linhas. FlorianópolisSC: UDESC, v.6, n.1, 2005, p.1-14. Disponível em: Acesso em: 08 jun. 2016.

SANTOS, G. A.; VAZ, C. E. Grupos da terceira idade, interação e participação social. In: ZANELLA, A.V. et al. (org.). Psicologia e práticas sociais [online]. Rio de Janeiro: Centro Edelstein de Pesquisas Sociais, 2008, p. 333-346. Disponível em: Acesso em: 07 jun. 2016

YABU, S. N.; UJIIE, N. T. Terceira Idade, Educação Social e Inclusão Digital: Uma Análise Pautada no Projeto “Sempre é Tempo de Saber”, Revista de Ciências da Educação, ano XV, n.28, jun. 2013, p. 89-106
Publicado
2017-06-02