A Formação do Educador Social sob a Perspectiva da Educação Integral

  • Elizeli Faustinone de Souza
  • Humberto Silvano Herrera Contreras Atualmente, é professor dos cursos de Pós-Graduação no Núcleo de Ciências da Vida e Sociedade (NUCIVIS), e no Curso de Pedagogia, nas disciplinas de Fundamentos da Pedagogia, Pedagogia Social, e Ensino Religioso Escolar. É coordenador do Núcleo de Inovação, Pesquisa e Extensão (NIPE). Também atua na equipe pedagógica do Centro de Educação Socioambiental, da Associação Brasileira de Amparo à Infância - ABAI, organizando o processo didático dos educadores sociais no atendimento de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Compõem o Conselho Editorial da Revista de Pastoral da Associação Nacional de Educação Católica do Brasil. Presta assessoria pedagógico-pastoral no Setor Universidades/CNBB, como professor-consultor.

Resumo

A profissão de educador social consiste em um trabalho socioeducativo para
a emancipação e transformação dos sujeitos que se encontram em situação
de risco e vulnerabilidade social. Diante de tal complexidade, esta atuação
requer uma formação sólida e específica e, por ser o Ensino Médio a formação
básica requerida para o ingresso nesta função, temos como problema de
pesquisa a seguinte pergunta: Qual o tipo de formação necessária para o efetivo exercício de uma prática socioeducativa de qualidade e emancipatória
do educador social na política de Assistência Social? Assim, o presente artigo tem por objetivo refletir sobre o papel e a formação necessária para este profissional. Apresenta inicialmente uma breve caracterização da Educação Social, bem como das funções e competências do educador social. A partir daí, elaborou-se uma proposta de formação específica para esses profissionais, sob a perspectiva da Educação Integral. Dessa forma, oportunizam-se reflexões sobre a importância e a emergente necessidade
da proposta de um curso de formação integral para os educadores sociais
com objetivo de valorização desses profissionais e qualificação na oferta de
serviços, programas, projetos e benefícios socioassistenciais.

Biografia do Autor

Humberto Silvano Herrera Contreras, Atualmente, é professor dos cursos de Pós-Graduação no Núcleo de Ciências da Vida e Sociedade (NUCIVIS), e no Curso de Pedagogia, nas disciplinas de Fundamentos da Pedagogia, Pedagogia Social, e Ensino Religioso Escolar. É coordenador do Núcleo de Inovação, Pesquisa e Extensão (NIPE). Também atua na equipe pedagógica do Centro de Educação Socioambiental, da Associação Brasileira de Amparo à Infância - ABAI, organizando o processo didático dos educadores sociais no atendimento de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Compõem o Conselho Editorial da Revista de Pastoral da Associação Nacional de Educação Católica do Brasil. Presta assessoria pedagógico-pastoral no Setor Universidades/CNBB, como professor-consultor.
Filósofo e Pedagogo pela Faculdade Padre João Bagozzi, do Grupo Educacional da Congregação dos Oblatos de São José. Mestre em Educação pela Universidade Tuiuti do Paraná. Doutorando em Educação na Universidad Católica de Santa Fé, Argentina. Possui Especialização em Gestão Ambiental e em Docência na Educação Superior pela Faculdade Padre João Bagozzi. Atualmente, é professor dos cursos de Pós-Graduação no Núcleo de Ciências da Vida e Sociedade (NUCIVIS), e no Curso de Pedagogia, nas disciplinas de Fundamentos da Pedagogia, Pedagogia Social, e Ensino Religioso Escolar. É coordenador do Núcleo de Inovação, Pesquisa e Extensão (NIPE). Também atua na equipe pedagógica do Centro de Educação Socioambiental, da Associação Brasileira de Amparo à Infância - ABAI, organizando o processo didático dos educadores sociais no atendimento de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Compõem o Conselho Editorial da Revista de Pastoral da Associação Nacional de Educação Católica do Brasil. Presta assessoria pedagógico-pastoral no Setor Universidades/CNBB, como professor-consultor.

Referências

BRASIL. Comissão de trabalho, de administração e serviço público. Substitutivo ao Projeto de Lei nº 5.346, de 2009. Regulamenta Educação Social comoprofissão. Disponível em osicoesWeb2?codteor=1086398&filename=Parecer-CTASP-08-05-2013>.
Acesso em: 29 mar. 2016.

______. Ministério do Trabalho e Emprego. Cadastro Brasileiro de Ocupações. Disponível em . Acesso em: 29 mar. 2016.

______. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Plano
Nacional de Promoção, Proteção e Defesa do Direito de Crianças e Adolescentes à Convivência Familiar e Comunitária. Brasília: CONANDA, 2006.

______. Conselho Nacional de Assistência Social. Resolução CNAS nº 4, de 13 de março de 2013. Institui a Política Nacional de Educação Permanente do Sistema Único de Assistência Social – PNEP/SUAS. Disponível em: . Acesso em: 30 mar. 2016.

______. Projeto de Lei do Senado Federal nº 328, de 02 de junho de 2015. Dispõe sobre a regulamentação da profissão de educadora e educador social e dá outas providências. Disponível em: < http://legis.senado.leg.br/diarios/BuscaDiariotipDiario=1&datDiario=02/06/2015&paginaDireta=00042>.
Acesso em: 29 mar. 2016.

CALIMAN, Geraldo. A Pedagogia Social na Itália. In: SILVA, Roberto da (Org.). Pedagogia Social. São Paulo: Expressão e Arte Editora, 2009.

CRUS, José. Gestão do Trabalho e Educação Permanente do SUAS, 2015. Disponível em: paginas/1/0.872624001432746456_jose_crus.pdf>. Acesso em: 12 abr. 2016.

FERREIRA, Stela da Silva. NOB-RH Anotada e Comentada. Secretaria Nacional de Assistência Social. Brasília: MDS, 2011.

GERHARDT, Tatiana Engel; SILVEIRA, Denise Tolfo. Métodos de Pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009. Disponível em:. Acesso em: 23 abr. 2016.

GOHN, Maria da Glória. Educação Não Formal e o Educador Social: atuação no desenvolvimento de projetos sociais. São Paulo: Cortez, 2010.

GRACIANI, Maria Stela Santos. Pedagogia Social. São Paulo: Cortez, 2014.

MACHADO, Evelcy Monteiro. A Pedagogia Social: reflexões e diálogos necessários. In: SILVA, Roberto da (Org.). Pedagogia Social. São Paulo: Expressão e Arte Editora, 2009.

MOURA, Rogério. Pedagogia Social: o conceito, o legado alemão e os desafios para sua reconstrução na América Latina do Século XXI. In: SILVA, Roberto da (Org.). Pedagogia Social: Contribuições para uma Teoria Geral da EducaçãoSocial. v. 2. São Paulo: Expressão e Arte Editora, 2011.

PEREIRA, Antônio. Formação de Educadores Sociais: profissionalização
técnica, para quê? Revista Brasileira de Educação de Jovens e Adultos, v.3, n.6, 2015. p. 82-110.

RIBEIRO, Marlene. Exclusão e Educação Social: Conceitos em Superfície e Fundo. In: SILVA, Roberto da (Org.). Pedagogia Social. São Paulo: Expressão e Arte Editora, 2009.

ROMANS, Mercê; PETRUS, Antoni; TRILLA, Jaume. Profissão Educador Social. Porto Alegre: Artmed, 2003.

RYYNANEN, Sanna. A Pedagogia Social na Finlândia e o contexto brasileiro. In: SILVA, Roberto da (Org.). Pedagogia Social. São Paulo: Expressão e Arte Editora, 2009.

SANTOS, Vanessa Ribeiro dos; LEIRO, Augusto Cesar Rios. A Pedagogia Social na formação e práxis de educadores: vozes do contexto socioeducativo. [Editorial] Revista Brasileira de Educação de Jovens e Adultos, v.3, n.6, 2015. p. 59-81.

YUS, Rafael. Educação Integral: uma educação holística para o século XXI. Porto Alegre: Artmed, 2002.
Publicado
2017-06-02