Uma Análise dos PCN Orientação Sexual Dezoito Anos Depois

  • Frederico Assis Cardoso Universidade Federal de Minas Gerais
  • Apolônia de J. Ferreira Silva Universidade Federal de Ouro Preto
  • Patrick Santos Silva Universidade Federal de Viçosa

Resumo

O artigo tem como interesse a análise da temática de Orientação Sexual presente nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) dos Temas Transversais. O trabalho é fruto de reflexões assentadas nas experiências de ensino, pesquisa e extensão. Como resultado de uma investigação, o estudo teve como objetivo a compreensão e a análise do discurso oficial produzido pela materialidade do documento do governo brasileiro. Como argumento central o artigo aponta que, na contemporaneidade, em meio às profundas transformações culturais, históricas e sociais, tanto dos sujeitos como de suas práticas, as reflexões acerca das sexualidades e suas relações com a educação são não apenas necessárias como urgentes.

Biografia do Autor

Frederico Assis Cardoso, Universidade Federal de Minas Gerais
Bacharel licenciado em História pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2000), licenciado em Pedagogia pela Universidade Federal de Minas Gerais (2001). Mestre (2004) e Doutor (2013) em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (PPGE/FaE/UFMG). Ex-professor da educação básica (ensinos fundamental e médio em Belo Horizonte/MG). Possui experiências profissionais em ensino, em pesquisa, em extensão e em gestão no ensino superior (cursos de graduação e de pós-graduação nos municípios mineiros de Belo Horizonte, Contagem, Ouro Preto, Sete Lagoas e Viçosa). Ex-professor efetivo da Universidade Federal de Viçosa (UFV) e da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Atualmente é professor efetivo Adjunto na Universidade Federal de Minas Gerais, dedicação exclusiva, com lotação e exercício no Departamento de Ciências Aplicadas à Educação da Faculdade de Educação (DECAE/FaE). Membro do Observatório Sociológico Família-Escola (OSFE/FaE/UFMG), professor colaborador do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFV e professor efetivo do Programa de Pós-Graduação Mestrado Profissional em Educação: Educação e Docência (PROMESTRE) da FaE/UFMG. Temas de interesse: Sociologia da Educação; Sociologia da Formação e da Profissão Docente; Estudos de Gênero, Corpo e Sexualidade com recorte em Políticas de Masculinidades e Professores Homens.
Apolônia de J. Ferreira Silva, Universidade Federal de Ouro Preto
Apolônia de Jerusalém Ferreira Silva, possui graduação em Pedagogia (2015) pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Atualmente, é mestranda em Educação pelo Programa de Pós- Graduação do Departamento de Educação da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Participa do núcleo Caleidoscópio, o qual desenvolve ações voltadas para à inclusão social e à formação para a diversidade.
Patrick Santos Silva, Universidade Federal de Viçosa
Aluno regularmente matriculado no curso de Geografia (UFV), bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) financiado pela Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG). Patrick.s.silva@ufv.br

Referências

ALTMANN, Helena. Orientação sexual nos Parâmetros Curriculares Nacionais.
Estudos Feministas, a. 09, p. 575-85 2/Sem. 2001. Disponível em: www.scielo.br/pdf/ref/v9n2/8641.pdf>. Último acesso em: 15 nov. 2014.
BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: pluralidade cultural, orientação
sexual. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília (DF): MEC/SEF, 1997.
______. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares
Nacionais: terceiro e quartos ciclos: apresentação dos temas transversais.
Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1998.
CABRAL, Juçara Teresinha. A sexualidade no mundo ocidental. Campinas:
Papirus, 1995.
CARDOSO, Frederico Assis. A identidade de professores homens na docência
com crianças: homens fora de lugar? 2004. 154 f. Dissertação (Mestrado em
Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais,
Belo Horizonte.
CASTRO, Roney Polato de. Professores(as), sexualidade e educação sexual:
produzindo sujeitos nos contextos do programa de educação afetivo-sexual
(PEAS). In: ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM
EDUCAÇÃO – ANPEd: Constituição brasileira, direitos humanos e educação,
31ª. reunião anual 2008, Caxambu. Anais... Rio de Janeiro: ANPEd, 2008.CONNEL, Robert W. Políticas da masculinidade. Educação & Realidade, Porto
Alegre: UFRGS/FACED, v. 20, n. 02, p. 31-42, jul./dez. 1995.
FELIPE, Jane. Erotização dos corpos infantis. In: LOURO, Guacira Lopes;
FELIPE, Jane ; GOELLNER, Silvana Vilodre (org.). Corpo, gênero e sexualidade:
um debate contemporâneo na educação. Petrópolis: Vozes, 2011, 7ª. ed, p.
53-65.
FIGUEIRÓ, Mary Neide Damico (Org). Educação sexual: em busca de
mudanças. Londrina: UEL, 2009.
______. Formação de educadores sexuais: adiar não é mais possível. Londrina,
UEL, 2006.
FOUCAULT, Michel. História da sexualidade 1: a vontade de saber. 15. ed.
Rio de Janeiro: Graal, 2003a.
______. História da sexualidade 2: o uso dos prazeres. 10. ed. Rio de Janeiro:
Graal, 2003b.
______. História da sexualidade 3: o cuidado de si. 07. ed. Rio de Janeiro:
Graal, 2003c.
______. Vigiar e punir: nascimento da prisão. 27. ed. Petrópolis: Vozes, 2003d.
FREIRE, Paulo. Memória: Entrevista Paulo Freire. Teoria e Debate, São Paulo,
n. 17, jan./fev./mar. 1992. Disponível em: .
Último acesso em: 01 dez. 2013.
______. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa.
18. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2001.
FURLANI, Jimena. Mitos e tabus da sexualidade humana: subsídios ao trabalho
em educação sexual. 3. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.
GIROUX, Henry A., MACLAREN, Peter L. Por uma pedagogia crítica da
representação. In: SILVA, Tomaz Tadeu da. (Org). Territórios contestados: o
currículo e os novos mapas políticos culturais. 4. ed. Petrópolis: Vozes, 2001,
p. 144-157.
GOLBERG, Maria A. A. Educação Sexual: uma proposta, um desafio. 4. ed.
São Paulo: Cortez, 1988.
LOURO, Guacira Lopes; NECKEL, Jane Felipe; GOELLNER, Silvana Vilodre.
(Orgs). Corpo, gênero e sexualidade: um debate contemporâneo na educação.
Petrópolis: Vozes, 2013.
______. Gênero, história e educação: construção e desconstrução. Educação
& Realidade, Porto Alegre, v. 02, n. 20, p. 101-132, jul./dez. 1995.
______. Gênero, sexualidade e educação: uma perspectiva pós-estruturalista.
7. ed. Petrópolis: Vozes, 2004.
______. (Org). O corpo educado: pedagogias da sexualidade. 2. ed. 1ª reimp.
Belo Horizonte: Autêntica, 2001.______. Corpo, escola e identidade. Educação & Realidade, Porto Alegre, v.
2, n. 25, p. 59-75, jul./dez. 2000.
______. Segredos e mentiras no currículo: sexualidade e gênero nas práticas
escolares. In: SILVA, L e AZEVEDO, José (Orgs). Currículo e a Globalização
da Sociedade. Porto Alegre: Vozes, 1997, p. 37-47.
NUNES, César Aparecido. Desvendando a sexualidade. Campinas: Papirus,
1987.
SILVA, Rosimeri Aquino da. O ponto fora da curva. In: MEYER, Dagmar;
SOARES, Rosângela. (Orgs). Corpo, gênero e sexualidade. 2. ed. Porto Alegre:
Medicação, 2008.
SUPLICY, Marta et al.. Sexo se aprende na escola. São Paulo: Olhos D’Água,
1995.
Publicado
2016-12-19