Organismos Internacionais: outros sentidos para aprendizagens essenciais e conhecimento escolar

Resumo

No artigo, resultante de um estudo de base documental, interrogam-se indicações presentes em textos de reconhecidos Organismos Internacionais (OIs), os quais, desde uma perspectiva global, orientam a formulação de políticas curriculares para sistemas nacionais de ensino. Nesse âmbito, analisam-se os deslocamentos de sentidos que vão sendo mobilizados para os conceitos de aprendizagens essenciais e conhecimento escolar em contextos de prescrição curricular. Defende-se no trabalho, que os deslocamentos operados nestes dois conceitos centrais da formação escolar formam parte de um movimento supranacional de fundo liberal e de racionalidade instrumental, que segue definindo distintos contornos para currículos na Educação Básica.

Biografia do Autor

Zenilde Durli, Universidade Federal de Santa Catarina -UFSC

Professora Do Centro de Ciências da Educação da Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC.

Publicado
2021-03-23