Análise da educação integral no Brasil e da política educação integral das Escolas de Referência (EREM) de Pernambuco como uma proposta para o Ensino Médio

Resumo

A desigualdade educacional no Brasil é histórica, é urgente buscar novas experiência para diminuir a distância entre Educação Básica, as consequências das estruturas sociais e a reprodução no sistema educacional. Explicitar a concepção de educação integral em Pernambuco nessa última década 2008-1018, é uma estratégia importante de inovação para o Ensino Médio. O artigo traz impactos de mudanças sociais pelo acesso e à permanência do jovem à essas escolas, o que não ocorreu com os Pioneiros da educação. Em Pernambuco, as Escolas de Referências Ensino Médio-EREM, respaldam-se na Filosofia da Aprendizagem, Protagonismo, Projeto de Vida, dialogam com evidências teóricas de várias gestões governamentais, dos Pioneiros, Cieps, PRONAICA, ProEMI às EREM. A discussão educacional reflete as intenções implícitas às teorias do projeto de educação/sociedade implementado à conjuntura política. Advoga-se desmistificar o conceito subjacente à proposta, aferir a expectativa na formação cidadã, por uma escola com princípios democráticos efetivos, reflitam suas práticas e promovam a aprendizagem no chão da escola. Enfim, que a educação seja uma política de estado e não apenas uma política de governo.

Palavras-Chave: Ensino Médio. Educação Integral de Pernambuco. Protagonismo. Educação Básica. Pioneiros.

Biografia do Autor

Josefa Rita de Cássia Lima Serafim, Universidade Federal de Pernambuco-UFPE

Professora Josefa Rita de Cássia Lima Serafim; Mestra em Gestão Pública - UFPE/MGP, Especialista em Ensino Superior - UNICAP, Especialista em Língua Portuguesa - UPE Especialista em Gestão Pública - UPE Graduada em Letras - FAFOPAI. Atualmente sou gestora da Erem Clóvis Beviláqua, Atuei como gerente geral das escolas de referências do Estado de Pernambuco entre 2014 a 2019, experiência que me proporcionou um conhecimento sobre a política do integral e uma atuação na implementação dessa política nesse período. Também exerci a função de diretora de ensino e secretária de educação do município de Carnaíba entre os anos de 2005 a 2012, o que me rendeu um conhecimento e implantação  da política de educação no município nas séries iniciais. Fui professora do Ensino Fundamental e Médio na rede estadual de onde vem a minha compreensão sobre as políticas de educação em as etapas de ensino, pois estive em todos cenários atuando e analisando teoricamente o movimento da prática pedagógica no chão da escola e avaliando as políticas implantadas implementadas nas últimas três décadas. tenho uma vida profissional voltada para uma vivência da educação infantil ao ensino superior. http://lattes.cnpq.br/8086841454683885

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicado
2021-10-18