Perspectivas democráticas para a investigação da gestão da Educação

  • Sidney Reinaldo da Silva

Resumo

Muito se tem pesquisado e debatido a gestão democrática da Educação no Brasil. Contudo, pouco se tem discutido qual democracia está se propondo frente às modalidades, bem como sua história. Isso tem pouco contribuído para se evitar confusões quando se discute a participação democrática, sobretudo na gestão escolar. Mas em que sentido podemos falar em modelos incompatíveis e mesmo antagônicos de gestão democrática? Este texto aborda semelhante questão no âmbito ético-político.
O enfoque, segundo o qual levanto questões sobre a gestão da educação, visa compreender como a formação de um povo pode ser afetada pela concepção de moral ou de “cidadania” política e publicamente estabelecida em sua sociedade. A autonomia da reflexão ético-política é relativa, o que não impede, porém, o estabelecimento de critérios razoáveis para se pensar questões morais, desde que estas sejam focalizadas de modo que se possa lidar com a rede de ideologias e utopias que a perpassa, sem comprometer a racionalidade do debate.

Publicado
2018-11-06