O PROCESSO DE BOLONHA E O ENSINO DE LÍNGUAS PARA ESTRANGEIROS

  • Ana Paula Schlesener

Resumo

Compreender as novas condições econômicas, sociais e culturais geradas no processo de globalização e a formação de indivíduos de culturas diversas tem sido um grande desafio a enfrentar; as novas relações de produção e a flexibilidade do trabalho, que requerem novas habilidades e uma permanente qualificação dos trabalhadores, exigem a reformulação das estruturas educacionais. Abre-se, a partir da década de 70, o estudo para um quadro de referência lingüística e, posteriormente, a fase de reestruturação do sistema de ensino superior europeu para a adaptação do indivíduo aos novos processos econômicos em curso.

Publicado
2018-11-06