Considerações sobre a educação de meados do século XX em discursos de educação comparada publicados no Brasil

  • António Gomes Ferreira
  • Leziany Silveira Daniel

Resumo

O presente trabalho propõe-se simultaneamente contribuir para a compreensão das perspectivas sobre o caminho da educação e o sentido da Educação Comparada, tal como se vinha colocando no contexto brasileiro, nas décadas de 1950 e 1960. Num contexto tão fortemente marcado pela ideologia da modernidade e pela teoria do capital humano, procurou-se pensar a educação a partir de premissas vindas dos países mais desenvolvidos e de análises sustentadas em dados estatísticos consistentes. No Brasil, estudos acerca do sistema de ensino brasileiro foram realizados a partir do Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos e do Centro Brasileiro de Pesquisas Educacionais. Particularmente, a Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, publicada pelo INEP, a partir da década de 1940, mostrou constituir fonte interessante no fornecimento de subsídios para discussão sobre a Educação Comparada, porquanto nos coloca perante a publicação de determinados artigos e, portanto, na escolha de determinados autores e abordagens, bem como na verificação de discussões apresentadas no cenário educacional brasileiro e internacional. Dos textos analisados, percebemos que a indagação da compreensão da Educação Comparada permite não só a análise da presença de abordagens diferenciadas acerca do campo de estudos da Educação Comparada como a construção de um entendimento acerca das tendências e dos pressupostos na organização dos sistemas de ensino nacionais.

Publicado
2018-11-06