“Viver é lutar”: análise do material didático do ME B e do MST para a alfabetização de jovens e adultos

  • Edinaldo Costa Andrade
  • Fernando Henrique Tisque dos Santos

Resumo

O trabalho pretende realizar um estudo histórico-comparativo sobre a cartilha de pós-alfabetização denominada “Viver é lutar”, do MEB, e o Caderno de Educação nº 04 do MST, cujo título é “Alfabetização de Jovens e Adultos: didática da linguagem”. Tendo em vista o contexto histórico de produção dos materiais estudados destacamos a cultura e a formação política como forma de tornar o ensino significativo para os alfabetizandos, possibilitando, ainda, a formação de militantes. Consideramos que ambas as propostas de alfabetização se caracterizam por incentivar a participação popular, pela qual a Educação do Campo tem se desenvolvido.

Publicado
2018-11-06