Responsabilização E Orientação Para Os Resultados:

Prioridades Do PDE Escola

  • Fabiano Antonio dos Santos Universidade Federal de Santa Catarina
  • Eneida Oto Shiroma Universidade Federal de Santa Catarina

Resumo

Este artigo analisa o documento “Como elaborar o Plano de Desenvolvimento
da Escola (PDE-Escola): elevar o desempenho escolar por meio do
planejamento eficaz”, publicado pelo Ministério da Educação. Discute a
abordagem gerencial desta política e seus pontos de tangência com os
princípios das escolas eficazes. Para tanto, apresenta o contexto de produção
do PDE-Escola, destacando suas articulações com a Reforma do Estado
e a busca de eficácia. As análises da arquitetura do documento, de seu
quadro conceptual e dos elementos centrais indicam tratar-se de um plano
proposto para mudar a gestão, as prioridades e o trabalho realizado nas
escolas. Finalmente, discute-se a busca de consentimento ativo relacionado
à construção das escolas eficazes. Destacamos a reiterada recomendação
de incitar os valores de participação e compartilhamento para desenvolver
na escola uma visão comum sobre as metas e mudanças prioritárias visando
dar legitimidade a essa política.
Palavras-chave: Política educacional; PDE-Escola; gerencialismo; reforma
educacional.

Biografia do Autor

Fabiano Antonio dos Santos, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutor em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina. Professor da
Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Pesquisador do Grupo de Estudos de Política
Educacional e Trabalho (GEPETO).

Eneida Oto Shiroma, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutora em Educação pela UNICAMP. Professora do Programa de Pós-graduação em
Educação da Universidade Federal de Santa Catarina. Pesquisadora CNPq.

Publicado
2012-05-04