Thomas Hobbes e Jean-Jacques Rousseau: a Solidão Natural como um Passo em Direção à Formação Humana

  • Neiva Afonso Oliveira Universidade Federal de Pelotas

Resumo

O artigo expõe ideias e pensamentos dos filósofos Thomas Hobbes e Jean-Jacques Rousseau, de maneira a elucidar a diferença que ocorre na concepção de ambos em relação ao homem natural, concepções estas que evidenciam o estado de natureza e a solidão. Desta forma, é possível entender os pontos e aspectos pelos quais ocorrem os contratos ou convenções que os homens fazem para saírem de tal estado. O artigo conclui que a solidão teorizada a partir dos dois pontos de vista pode ser propícia e formadora.

Publicado
2018-08-14