Gerencialismo Ou Gestão Democrática

O Banco Mundial E A Avaliação Da Educação Básica Num Estudo De Caso No Município De Novo Hamburgo/Rs, Brasil

  • Berenice Corsetti Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS).

Resumo

Este trabalho faz parte de uma investigação mais ampla que estamos desenvolvendo e que busca esclarecer a relação existente entre as orientações estabelecidas pelo Banco Mundial e a política educacional brasileira, particularmente no que se refere à avaliação da Educação Básica nos sistemas municipais de ensino do Rio Grande do Sul, delimitando a investigação ao município de Novo Hamburgo, a partir de uma opção metodológica pelo estudo de caso. A aplicação das diretrizes
internacionais no campo da avaliação da qualidade da Educação Básica no Rio Grande do Sul ainda não foi suficientemente investigada e se constitui no elemento novo e importante para percebermos as implicações no que tange à gestão democrática da escola. O município em questão atingiu elevados índices do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica - IDEB, o que trouxe consultores do Banco Mundial para avaliar a experiência municipal, que foi considerada um êxito localizado na gestão
da Secretária de Educação, numa perspectiva claramente gerencialista. Por compreendermos que a situação desse município é bem mais complexa do que os resultados antecipados pelos representantes do Banco Mundial, estamos desenvolvendo a pesquisa referida, por entendermos que ela pode
oferecer subsídios para a compreensão mais ampla da política educacional municipal, no que tange às questões de gestão e avaliação da educação. O estudo de caso, como estratégia metodológica, tem seu desdobramento nos marcos da metodologia histórico-crítica, procurando articular texto e
contexto, analisando os documentos históricos e os relatos dos sujeitos da pesquisa, que se constituem em fontes para o trabalho, numa perspectiva dialética.


Palavras-chave: Gerencialismo – Gestão democrática - Banco Mundial – Avaliação da educação – Novo Hamburgo/Brasil.

Biografia do Autor

Berenice Corsetti, Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS).

Pós-Doutora em Educação. Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da
Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS).

Publicado
2018-08-08