O Bullying Escolar sob a Ótica de Professores e Alunos

  • Fernanda Silva Maekava UNESP
  • Michela de Andrade Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – Bauru
  • Vera Lúcia Messias Fialho Capellini UNESP

Resumo

O bullying é um fenômeno mundial que atinge, principalmente, crianças entre 10 a 15 anos, sendo caracterizado por agressões físicas ou
verbais, e pode ocorrer em diversos locais, na escola, na família, no trabalho e até mesmo no ambiente virtual. Muitos pais e profissionais
da Educação desconhecem ou escondem tal problemática. Assim, o objetivo deste estudo foi verificar como ocorrem os episódios de bullying sob a ótica de professores e alunos. A coleta de dados foi realizada em duas escolas, uma pública e outra particular, da cidade de Bauru/SP, por meio de questionários semiestruturados. Participaram da pesquisa 23 professores e 44 alunos do Ensino Fundamental. Verificou-se que a maioria dos professores (83,5) conhece ou já ouviu falar sobre bullying e que presenciaram vários episódios envolvendo agressões verbais e/ou físicas. Parcela significativa de alunos de ambas as escolas (86%) também conhece ou já ouviu falar e/ou sofreu bullying. Os dados apontam que o bullying ocorre mais frequentemente no pátio da escola e os agressores, em sua maioria, são grupos de meninos. Este fenômeno somente poderá ser minimizado ou evitado, quando os profissionais da educação, saúde, segurança e pais unirem suas forças, orientando os alunos no sentido de incentivarem a construção de um ambiente de cooperação, no qual as pessoas respeitem as diferenças físicas, raciais, de idade, sexuais, religiosas, culturais, dentre outras.

Publicado
2018-04-16