O jogo dos tronos: videogame e cutscenes no projeto transmidiático de Game of Thrones

Edson Fernando Dalmonte, Fabrício Barbosa

Resumo


O presente trabalho discute a produção de videogames na contemporaneidade como parte de supersistemas de entretenimento, em um contexto transmidiático (KINDER, 1991; JENKINS, 2006). Para tal, parte-se da noção de videogames como formas compostas (LINDEROTH, 2015), que suportam inúmeras e diferentes estruturas, nas mais variadas linguagens artísticas e midiáticas, que coexistem e se misturam entre si. Dentre essas estruturas, destacam-se, aqui, as cutscenes, momentos nos jogos eletrônicos nos quais a jogabilidade é suspensa para a exibição de uma cena, ou sequência, e que apresentam numerosas similaridades, empréstimos e relações com as linguagens cinematográfica e televisiva. Tal discussão é realizada a partir do estudo de caso do jogo eletrônico Game of Thrones: A Telltale Game Series (2014), no qual se observa a utilização da cutscene e de suas variações ao longo do gameplay.


Palavras-chave


Cutscenes; Formas compostas; Game of Thrones; Transmídia; Videogames.

Texto completo:

PDF EPUB

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Linguagens Universidade Tuiuti do Paraná - ISSN / 1980-5276

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.