Limiares e Fronteiras na Arte: um estudo sobre a experiência estética em Walter Benjamin

Daniel Melo Ribeiro, Letícia Xavier de Lemos Capanema

Resumo


Este estudo enfatiza a relevância do pensamento de Walter Benjamin para a investigação do papel comunicativo das artes visuais. Para isso, resgatamos suas reflexões sobre a obra de arte na modernidade e as mudanças ocorridas na experiência estética a partir da introdução dos mecanismos de reprodução das imagens. Em particular, destacamos as noções de limiar e fronteira, demonstrando como tais conceitos podem ser explorados pelas artes para criar imagens críticas. Por fim, a função política da obra de arte - apontada por Benjamin como alternativa estética ao mimetismo - será analisada a partir de duas obras que tratam das questões sobre fronteiras e limiares do espaço contemporâneo. A análise desses exemplos segue um método fenomenológico, que procura descrever tanto suas qualidades sensíveis, seus elementos singulares, bem como seus efeitos interpretativos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Linguagens Universidade Tuiuti do Paraná - ISSN / 1980-5276

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.