A conformação do campo profissional em jornalismo e o contexto da profissionalização no Brasil

Paula Melani Rocha

Resumo


Na primeira década do século XXI a profissão de jornalismo é questionada em âmbito judicial no Brasil e a exigência da obrigatoriedade do diploma para o exercício da profissão fica suspensa. Retorna ao cenário nacional a discussão se há ou não uma expertise em Jornalismo. Instituições nacionais e regionais que representam a categoria juntamente com as associações de pesquisadores, acadêmicos e professores travam uma luta judicial, social e política em defesa da profissão e da sua área do conhecimento. A reflexão traz uma análise das transformações do processo de profissionalização do jornalismo, seus embates históricos e contribuição dos encontros regionais dos professorse de de jornalismo da região Sul do país na conformação do campo profissional. O objetivo é apontar a relevância das discussões e posicionamentos dos movimentos da região Sul em consonância com a busca de legitimação da profissão de jornalista e a formação acadâmica dos jornalistas. Os procedimentos adotados foram pesquisa documental e bibliográfica sobre as transformações do campo do Jornalismo e o processo  de profissionalização da carreira. Entre os resultados apontados estão o reconhecimento da participação dos fóruns regionais na conformação do campo profissional em Jornalismo e a necessidade de documentar e sistematizar movimentos importantes desse período histórico da profissão.

Palavras-chave


Profissionalização do jornalismo; Expertise; Conformação do campo profissional; Professores de Jornalismo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Linguagens Universidade Tuiuti do Paraná - ISSN / 1980-5276

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.