A rememoração no jornal: tempo e expectativas no centenário de Canudos

Lidiane Santos de Lima Pinheiro

Resumo


O acontecimento jornalístico deve ser relevante e atual, conforme os critérios de noticiabilidade. Logo, precisa responder às expectativas do leitor e partilhar com este de um tempo (aparentemente) comum. Mas, como o jornalismo trabalha tais valores quando põe em relevo um acontecimento do passado? A fim de investigar tal questão, a partir da Análise do Discurso e das noções de expectativas do leitor e temporalidade, o artigo propõe analisar a construção jornalística de um fato histórico, cem anos depois de ter sido noticiado pela primeira vez. O corpus do estudo é composto pelas matérias do jornal O Estado de S. Paulo produzidas no centenário da Guerra de Canudos.

Palavras-chave


Discurso; Expectativas do leitor; Jornalismo; Rememoração; Temporalidade.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Linguagens Universidade Tuiuti do Paraná - ISSN / 1980-5276

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.