O Lugar da Pedagogia Social no Curso de Pedagogia do DCHIII: Em Foco o Olhar Discente

Laura Angélica Pereira de Souza, Antoneide Santos Almeida Silva

Resumo


Este artigo apresenta os resultados da pesquisa intitulada: “O lugar da
Pedagogia Social no curso de Pedagogia do DCH III: o olhar discente”. O
estudo teve como objetivo central, a percepção dos alunos sobre o lugar
dessa área no currículo do curso. Para os estudos dos conceitos de Pedagogia
Social recorremos a Calimam (2006, 2009, 2010) e Graciani (2014), o entendimento sobre o papel do profissional da Pedagogia que lida com
esse tipo de intervenção nos foi dado por Gohn (2010), (2008) Triviños
(1987), Coltro (2000) Ranieri e Barreira (2010); Barros; Lehfeld (2000). O
estudo apresenta inicialmente os diversos conceitos de Pedagogia Social;
a função e atuação do educador social e por fim faz análises das ementas,
da estrutura do curso e das falas dos discentes. Os dados apontaram duas
unidades de análise: 1-a falta de compreensão por parte dos discursos sobre
o papel e a função do pedagogo; 2-a não fazer pedagogia social no curso
de Pedagogia do DCH III. O resultado da pesquisa enfatiza a necessidade
de refletir sobre a Pedagogia Social no currículo do curso de Pedagogia da
UNEB, bem como problematizar matriz curricular, conceitos sobre o que
se referem-se a Pedagogia Social, vendo-a como elemento central para a
atuação nos espaços não formais de educação.


Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Celana Cardoso; HOLANDA, Adriano Furtado. Apontamentos

sobre pesquisa qualitativa e pesquisa empírico-fenomenológica. Estudos de Psicologia, Campinas, Abril-junho. 2010. p.1-10.Acessado em 1942015 disponível em biblioteca virtual em saúde-LILACS

ARANHA, Maria L. de Arruda. Filosofia da Educação. 2 ed. São Paulo:

Moderna, 1996.p.175

BARROS, Aidil de Jesus Paes; LEHFELD, Neide Aparecida de Souza. Projeto de pesquisa: Proposta metodológica. 10 Ed. Petrópolis, RJ: Vozes. 2000. p.1-128

BRASIL, MINISTERIO DA EDUCAÇAO – CONSELHO NACIONAL DE

EDUCAÇAO/CNE: Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de

Pedagogia. Resolução CNE/CP nº 1 de 15 de maio de 2006. In: Diário Oficial da União. Brasília, 16 de maio de 2006.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – LDB (Lei nº

394/96), Brasília, 1996. REPÚBLICA, Presidência Da. Lei no 5.346, de 03 de Junho de 2009: Criação da Profissão de Educador e Educadora Social e dá outras Providências. Congresso Nacional. Brasília, 2009.

BRASIL. Lei Congresso Nacional. Brasília, 1971.

CALIMAN, Geraldo. A Pedagogia Social na Itália. In: SILVA, Roberto da; NETO, João Clemente de Souza; MOURA, Rogério Adolfo de. (Org.) Pedagogia Social. São Paulo: Expressão e Arte Editora, 2009. p.39-47

CALIMAN, Geraldo. Pedagogia Social: seu potencial crítico e transformador. Revista de Ciências da Educação. Ano XII. Nº 23. Americana/SP: UNISAL 2º Semestre, 2010. p.341-368

CALIMAN, Geraldo. Fundamentos teóricos e metodológicos da pedagogia

social na Europa (Itália)... In: I CONGRESSO INTERNACIONAL DE

PEDAGOGIA SOCIAL, 1. 2006, . Acesso em 19 Maio 2015. Disponível no

site: www.proceedings.scielo.br/scielo.p.1-12

CARIDE, José Antônio. Las fronteras de la pedagogia social. Perspectivas

científica e histórica. Barcelona: Gedisa, 2005.

COLTRO, Alex. A fenomenologia: um enfoque metodológico para além da

modernidade. Caderno de pesquisas em administração, São Paulo, v.1, nº 11,2010. p.37-45

DE PAULA, Ercília Maria Angeli Teixeira e MACHADO Érico Ribas. Pedagogia: concepções e práticas em formação. Disponível em www.scielo.com.br.Acessado em 12 de abril de 2015.P.23-35

FERREIRA, V. S. As especificidades da docência no ensino superior. Diálogo Educ., Curitiba, v. 10, n. 29, p. 85-99, jan./abr. 2010.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 54º ed. rev. e atual. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2013.p.1-107

GADOTTI, M. Educação Popular, Educação Social, Educação Comunitária:

conceitos e práticas diversas, cimentadas por uma causa comum. Revista Diálogos: pesquisa em extensão universitária. IV Congresso Internacional de Pedagogia Social: domínio epistemológico. Brasília, v.18, n.1, dez, 2012 p.10-32.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 6ª ed. São Paulo: Atlas,2008.

GOHN. Maria da Glória. Educação não formal e o educador social: atuação no desenvolvimento de projetos sociais. 1º ed. São Paulo: Cortez, 2010.

GRACIANI, Maria S. Santos. Pedagogia Social. 1º ed. São Paulo: Cortez, 2014.

JARDIM, Anna Carolina Salgado; PEREIRA, Viviane Santos. Metodologia Qualitativa: é possível adequar as técnicas de coleta de dados aos contextos vividos em campo. In: Congresso Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural, 45, 2009, Porto alegre: Universidade Federal de Lavras, p. 1-11.

LIBÂNIO, José Carlos. Pedagogia e pedagogos, para que? 12 ed. São Paulo: Cortez,2010.

LIEVEGOED, Bernard. O Campo de Atuação da Pedagogia Social. Caderno 4. Holanda: Associação de Pedagogia Social, Julho,2009. p.1-20

MACHADO, Érico Ribas. O desenvolvimento da pedagogia social sob a perceptiva comparada: o estagio atual no Brasil e Espanha/ Érico Ribas Machado; orientação Roberto da Silva. São Paulo: s.n,2014 (TESE).p.1-304.

MACHADO, Evelcy Monteiro. A pedagogia social: diálogos e fronteiras com a educação não formal e educação sócio comunitária. 2008

______. Pedagogia Social No Brasil: Politicas, Teorias e Práticas em

Construção. IX Congresso Nacional de Educação, III Encontro Sul Brasileiro de Psicopedagogia, Paraná: PUCPR, 26 a 29 de outubro 2009.disponível em

pdf>. Acesso:19/04/2015.p.1-14

MARQUES, M. Educador Social: trabalhador docente? Revista Diálogos:

pesquisa em extensão universitária. IV Congresso Internacional de Pedagogia Social: domínio epistemológico. Brasília, v.18, n.1, dez, 2012, p. 114-124.

PINEL, Hiran; COLODETE, Paulo Roque; PAIVA, Jacyara Silva. Pedagogia Social: Definições, Formação, Espaços De Trabalho, Grandes Nomes & Epistemologias.Conhec. Dest., Serra, ES, v. 01, n. 02, jul./dez. 2012. p.1-28.

RANIERI, Leandro P; BARREIRA, Cristiano Roque A. A Entrevista

Fenomenológica. IV seminário internacional de pesquisa e estudos qualitativos. São Paulo: UNESP. 2010.

ROMANS, M; PETRUS, A.; TRILLA, J. Profissão Educador Social. Porto Alegre: Artmed, 2003.p.1-206.

RUBIO, Frank Victor. Introdução ao Projeto de Pesquisa Cientifica. 37. Ed. Petrópolis, RJ: vozes, 2010.

RYYNÄNEN, Sanna. A Pedagogia Social na Finlândia e o contexto brasileiro. In: SILVA, Roberto da; NETO, João Clemente de Souza; MOURA, Rogério Adolfo de. (Org.) Pedagogia Social. São Paulo: Expressão e Arte Editora, 2009.p.48-67.

SILVA, Fernando G; SANTOS, Valdeci L. F. Pedagogos e a Pedagogia Social: Quais Possibilidades? V semana acadêmica do curso de Pedagogia. Faculdade integrada de três lagos: mato grosso do sul. 2013. Disponível em:

aems.com.br/conexao/edicaoatual/Sumario2/downloads(80).pdf>. Acesso em: 13/03/2015. P.1-13

SILVA, Roberto da; NETO, João Clemente de Souza; MOURA, Rogério Ad de. (Org.) Pedagogia Social. São Paulo: Expressão e Arte Editora, 2009.p.7-319

SOUZA, Cléia Renata Teixeira; MULLER, Veronica Regina. Educador social; conceitos fundamentais para sua formação. IX congresso nacional de educaçãoEDUCERE, III Encontro sul brasileiro de psicopedagogia. 26 a 29 out.2009.p1-14

TRIVIÑOS, Augusto N. S. Introdução à Pesquisa em Ciências Sociais: A pesquisa Qualitativa em Educação. 1ª ed. São Paulo: Atlas, 1987. p.1-175.

UNEB, Universidade do Estado da Bahia. Projeto de Reconhecimento do Curso de Pedagogia. Departamento de Ciências Humanas. Juazeiro: Governo do Estado da Bahia, 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 CADERNOS DE PESQUISA: PENSAMENTO EDUCACIONAL