Contribuições da Dialogicidade em Paulo Freire: Às Pesquisas e Propostas sobre Formação de Educadores

Lucimara Cristina de Paula

Resumo


Nesta pesquisa, estudos sobre a produção de Paulo Freire são realizados com
o fim de investigar o diálogo freiriano como prática existencial e educativa
de fundamental importância para as pesquisas e propostas de formação de
educadores. Os objetivos foram: analisar e compreender os pressupostos que explicam a práxis do diálogo freiriano e sistematizar as contribuições do diálogo freiriano para as pesquisas e propostas de formação de educadores. Trata-se de um estudo bibliográfico, de caráter exploratório-descritivo, construído por meionde um conjunto ordenado de procedimentos para a busca de soluções, tendo em vista o objeto de estudo e os objetivos propostos. (LIMA e MIOTO, 2007) A análise preliminar dos dados, encontrados em cinco obras de Paulo Freire, permitiu o levantamento de alguns resultados. Entre eles, pode-se destacar a potencialidade do diálogo freiriano como condição humana existencial, nos processos de fazer e refazer os contextos educativos de trabalho, a partir das diferentes vozes, histórias, saberes e esforços que integram esse contexto; como caminho igualitário para a resolução de conflitos, por meio da intersubjetividade; como forma horizontal e compartilhada de investigação científica, entre pesquisadores e participantes, e ampliação do repertório de conhecimentos e práticas de um grupo, de forma crítica, ética e solidária, para o estabelecimento de relações democráticas no processo de aprendizagem profissional.


Texto completo:

PDF

Referências


ARROYO, Miguel. Gonzáles. Paulo Freire em tempos de exclusão. In: FREIRE, Ana Maria Araújo. (org.). A Pedagogia da Libertação em Paulo Freire. São Paulo: Editora UNESP, 2001. p. 163-170.

BARBOSA, Raquel Lazzari Leite (org.) Trajetórias e perspectivas da formação de professores. SP: Editora UNESP, 2004. p. 397-417

CAMARGO, Fábio Manzini. A atualidade de Freire nos cursos de Pedagogia. In: FREIRE, Ana Maria Araújo. (org.). A Pedagogia da Libertação em Paulo Freire. São Paulo: Editora UNESP, 2001. p. 65-69.

FLECHA, Ramón. La Pedagogia de la Autonomia de Freire y la Educación

Democrática de personas adultas. Revista Interuniversitaria de Formación del Profesorado, 2004. p. 27-43.

FLECHA, Ramón. Por que Paulo Freire é o principal pedagogo na atual

sociedade da informação? In: FREIRE, Ana Maria Araújo. (org.). A Pedagogia da Libertação em Paulo Freire. São Paulo: Editora UNESP, 2001.P. 203-206.

FLECHA, Ramón.; PUIGVERT, Lidia. Aportaciones de Paulo Freire a la

educación y las ciencias sociales. 1998. Disponível em: http://dialnet.unirioja. es/servlet/articulo?codigo=117989. Acesso em: 25/01/2009.

FREIRE, Paulo. À sombra desta mangueira. São Paulo: Olho d’Água, 2005.

______. Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1999.

______. Extensão ou comunicação? Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2001.

______. Pedagogia da Autonomia. SP: Paz e Terra, 1998.

______. Pedagogia da esperança. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

______. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

GADOTTI, Moacir.; FREIRE, Paulo.; GUIMARÃES, Sérgio. Pedagogia: diálogo e conflito. SP: Cortez, 2006.

GATTI, Bernadete Angelina; BARRETTO, Elba Siqueira de Sá (Coord.).

Professores do Brasil: impasses e desafios. Brasília: UNESCO, 2009.

GHEDIN, Evandro. Implicações das reformas no ensino para a formação de professores. In: BARBOSA, R. L. L. (org.) Trajetórias e perspectivas da formação de professores. SP: Editora UNESP, 2004. p. 397-417.

GIROUX, Henry. Recordando o legado da Pedagogia do oprimido. In: FREIRE, Ana Maria Araújo. (org.). A Pedagogia da Libertação em Paulo Freire. São Paulo: Editora UNESP, 2001. p. 113-117.

LIMA, Telma Cristiane Sasso de. & MIOTO, Regina Célia Tamaso.

Procedimentos Metodológicos na construção do conhecimento científico: a pesquisa bibliográfica. Revista Katál. Florianópolis, v.10, 2007.

MYNAIO, Maria Cecília de Souza. O desafio do conhecimento. São Paulo/ Rio de Janeiro: Hucitec-Abrasco, 1994.

PAULA, Lucimara Cristina de. Contribuições da práxis histórica de Paulo Freire às pesquisas e propostas sobre educação contínua de educadores(as). 2011, 455 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2011.

SALVADOR, Angelo Domingos. Métodos e Técnicas de Pesquisa Bibliográfica. Porto Alegre: Sulina, 1986

SANTOS, Paulo de Tarso Paulo Freire: aspectos de seu humanismo radical. In: FREIRE, Ana Maria Araújo. (org.). A Pedagogia da Libertação em Paulo Freire. São Paulo: Editora UNESP, 2001. p. 171-174.

TORRES, Carlos Alberto. Diálogo com Paulo Freire. São Paulo: Loyola,


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 CADERNOS DE PESQUISA: PENSAMENTO EDUCACIONAL