Os Beatles como produtores de identidade: uma análise a partir do grupo beatlemaníaco

  • Renata Oliveira dos Santos
  • Grazielle Tagliamento

Resumo

Esta pesquisa buscou analisar como se dá a produção de identidade do grupo beatlemaníaco. Esse processo
de produção de identidades proporciona a formação de grupos, os quais, por meio da identificação com a
banda, podem produzir o sentimento de pertencimento a uma comunidade. Foram realizadas entrevistas
semiestruturadas com fãs que se denominavam beatlemaníacos e residiam no Brasil. Foram entrevistadas 5
pessoas, sendo que duas eram pessoas que já na década de 1960 se identificavam enquanto beatlemaníacas, e
três eram pessoas que nasceram após o fim da banda The Beatles e que se identificavam como beatlemaníacas
nos dias atuais. Conclui-se que o fenômeno beatlemania influenciou e ainda influencia a vida dos jovens tanto
da década de 1960 quanto da década de hoje. Esses jovens se identificam como beatlemaníacos, possuindo
uma identidade grupal, trazendo para si a significação do que é ser fã dessa banda dentro do contexto social
em que se está inserido.