Fatores associados ao desmame no retorno das crianças para o reteste da orelhinha em maternidade de referência para gestação de alto risco

  • Sheila das Neves Martins
  • Liane Führ Pivatto
  • Maria Aparecida Zanellato
  • Sandra Maria Schefer Cardoso

Resumo

O objetivo desse estudo foi verificar os fatores de risco associados ao desmame no primeiro mês de vida em uma
maternidade de referência para gestação de alto risco. Estudo descritivo, transversal e de abordagem quantitativa
com 106 mães e recém-nascidos. Os dados foram obtidos entre maio a outubro de 2014 mediante formulários
de entrevista. Na análise dos dados, utilizou-se o programa “Epi Info” Version 6.04. Os resultados demonstram
que 56% das crianças permaneciam em AME no primeiro mês. As variáveis que mostraram risco para o desmame
precoce foram baixo peso ao nascer e o internamento na UTI Neonatal. Os resultados forneceram subsídios
para o redirecionamento e planejamento de ações em aleitamento materno na instituição estudada.

Publicado
2018-06-21