Olhar da eficácia do tratamento do crack através da internação

  • Álvaro Cielo Mahl
  • Micheli Carla Bortolotti
  • Valquíria Farias Kist

Resumo

O uso abusivo de drogas é um problema a nível mundial, o crack é uma droga relativamente nova, e já possui
atributos significativos. Este estudo é de abordagem qualitativa e os dados colhidos foram tratados a partir da
análise de conteúdo. Foram entrevistados 6 indivíduos de 20 a 55 anos adictos de crack que já haviam passado
por processos de internação, em que se investigou o olhar deles na própria experiência, baseado nos sentimentos
e pensamentos envolvidos durante o processo, e sua eficácia. Não existe uma eficácia, ou tratamento melhor ou
pior, e sim uma singularidade pessoal, onde cada indivíduo se encaixa melhor em determinado serviço. Nota-se
que os pensamentos e sentimentos giram em torno da família e entes queridos, do sofrimento e nas dificuldades
vivenciadas. Sugere-se novas pesquisas, nas quais se investigue mais aspectos sobre a eficácia da internação,
pois é um assunto pouco estudado.