Resultados audiológicos com sistema FM em usuários de prótese auditiva ou implante coclear

  • Debora Cassaro
  • Angela Ribas
  • Gleide Viviani Almeida
  • Sandra Maria Schefer Cardoso
  • Renato Riesemberg

Resumo

Introdução: O uso de prótese auditiva e implante coclear tem sido um excelente recurso na reabilitação da surdez em crianças.
Porém, mesmo com o aprimoramento nas estratégias de codificação do sinal da fala nestes dispositivos ainda é grande o
número de deficientes auditivos que têm dificuldade de reconhecer e compreender o sinal da fala na presença do ruído.
Objetivo: Verificar a evolução da percepção auditiva da fala em crianças que utilizam prótese auditiva ou implante coclear
após o uso do sistema FM. Material: Foram avaliadas 8 crianças usuárias de prótese ou implante, com pelo menos seis
meses de adpatação do FM. Todas realizaram audiometria tonal, ganho funcional com dispositivos eletrônicos, e seus
pais responderam ao Listening Evaluation For Children. Resultados: Quatro crianças eram usuárias de prótese e quatro de
implante. As perdas auditivas observadas na avaliação audiológica foram do tipo sensorioneural de grau moderadamente
severo a profundo. No grupo de usuários de prótese o ganho funcional ficou entre 25 e 40dB. No grupo de implantados,
o ganho ficou entre 30 e 40dB. Todos os pesquisados apresentaram evolução de respostas no Listening Evaluation For
Children. Conclusão: A pesquisa permitiu concluir que o uso do FM trouxe benefícios significativos de percepção de fala
em ruído e à distância para usuários de prótese auditiva e implante coclear.

Publicado
2018-06-21