A VOZ DA TIPOGRAFIA NO CINEMA ANTES DO SOM SINCRONIZADO

Cinema Mudo?

  • Fernanda Pacheco Moraes Universidade Tuiuti do Paraná
  • Geraldo Pieroni Universidade Tuiuti do Paraná

Resumo

A Tipografia se insere na comunicação como uma ferramenta que dá corpo físico à linguagem, transformando informações em textos, com caracteres que não somente servem à assimilação de conteúdos, como também são detentores de função e expressividade autônomas. Nas telas do cinema, a tipografia teve inicialmente um propósito elementar: exibir as falas de um filme mudo. A partir dessa perspectiva, discorre-se sobre a tipografia e seu papel no cinema não-falado, destacando as formas pelas quais os recursos tipográficos estavam presentes no meio. Acrescenta-se também um apanhado geral das características técnicas desta fase do cinema, procurando reconhecer em produções audiovisuais contemporâneas, como comerciais de televisão e videoclipes musicais, traços da estética do cinema anterior ao som sincronizado.

Publicado
2018-11-08