BASÍLICA DE SÃO PEDRO

História, Poder e Arte

  • Vera Irene Jurkevics Universidade Federal do Paraná

Resumo

Este trabalho tem por objetivo analisar o significado da Basílica de São Pedro, tanto a antiga, construída nos tempos de Constantino, para materializar a institucionalização da Igreja Católica no Império Romano, quanto a nova, edificada no período da Renascença e que mantém, basicamente a mesma configuração até hoje. A motivação desse estudo transcende o processo histórico de sua construção, propriamente dito, para deslocar-se para o campo das relações de poder político que estiveram em jogo, interna e externamente, durante sua construção, bem como, focalizar os aspectos artísticos desse empreendimento que contou com arquitetos, escultores e pintores como Miguel Ângelo, Donato Bramante, Rafael, Gian Carlo Bernini, entre outros que contribuíram para a transformação da basílica e de todo o complexo conhecido como Palácio Apostólico, além dos Museus do Vaticano e da Cúria Romana, no centro das atenções da cidade do Vaticano ou como muitos a referenciam, a Cidade Eterna.

Biografia do Autor

Vera Irene Jurkevics, Universidade Federal do Paraná



Publicado
2018-11-08