Avaliação da atividade antimicrobiana e anti-inflamatória do extrato hidroalcoólico do allium sativum (alho)

  • Cláudia Consuelo do Carmo Ota
  • Dayana Vieira Gomes da Silva
  • Kelly Cristina Jacon
  • Valter Baura
  • Sérgio Nunes

Resumo

O alho, Allium sativum, é da família da liliáceas e tem sido muito utilizado na medicina alternativa como chá ou
até mesmo puro. Entre muitas ações benéficas descritas a ele, a ação antimicrobiana e anti-inflamatória estão
entre as mais conhecidas. Por ser de uso popular, este trabalho teve como objetivo avaliar a ação antimicrobiana
e anti-inflamatória do extrato hidroalcoólico do alho. Para os testes de ação antimicrobiana, foram usadas cepas
de bactérias gram-negativa como Escherichia coli (ATCC 25922), Pseudomonas aeruginosa (ATCC 27853) e Salmonella
typhimurium (ATCC 14028), gram-positiva como Staphylococcus aureus (ATCC 25923), e o fungo Cândida albicans
(ATCC 10231), a escolha das mesmas foi baseado nas cepas exigidas como teste padrão pela Anvisa, para controle
de qualidade. Para a avaliação anti-inflamatória foi realizado o teste de espraiamento de macrófagos, atividade
fagocítica e retenção de lisossomos. O extrato hidroalcoólico de alho apresentou uma ação bacteriostática exceto
para a cepa Pseudomonas aeruginosa e uma ação fungicida para Candida albicans. As doses de maior concentração
apresentaram uma ação estimuladora do sistema imunológico.

Publicado
2018-06-14