Teorias da História e Sociedade: um Aprofundamento do Debate Metodológico entre Max Weber, a Escola Austríaca de Economia e os Historicistas, o “Methodenstreit”

  • Otávio Ferrari Piaskowski

Resumo

Este relatório tem como objetivo apresentar os resultados finais da pesquisa concernente ao debate metodológico
desenvolvido, ao final do século XIX, entre os economistas da Escola de Viena (ou Austríaca) e da Escola
Histórica Alemã (ou Historicismo), além do sociólogo alemão Max Weber, mais conhecido como “Methodenstreit”.
O estudo surgiu da preocupação do autor em melhor compreender o surgimento e o desenvolvimento da chamada
“Escola Austríaca de Economia”, que está intimamente ligado ao debate que esta escola travou com a Escola
Histórica Alemã. De modo a melhor compreender este debate, o foco desta pesquisa esteve direcionado ao
estudo da metodologia para as ciências sociais de Carl Menger, uma das figuras centrais deste debate. Para tanto,
foi necessário uma profunda pesquisa historiográfica sobre o debate, de modo a auxiliar a melhor apreender a
proposta mengeriana para o método das ciências sociais. Em suma, notou-se que a historiografia do debate, mais
particularmente de autores ligados à Escola Austríaca de Economia, deixa de fazer um estudo mais profundo
deste debate, algo que este relatório procurou suprir, de forma a entender melhor o seu surgimento.

Publicado
2018-06-05