Audição da Criança: Fatores de Risco, Sinais e Prevenção da Perda Auditiva

  • Luana Roberta Miguez dos Passos
  • Adriana Bender Moreira de Lacerda

Resumo

Introdução: Segundo o IBGE, cerca de 1 milhão dos indivíduos que possuem alguma perda auditiva no Brasil,
tem até 14 anos de idade. Grande parte das etiologias poderia ser evitada ou suas sequelas diminuídas se
ocorressem precocemente medidas de identificação, diagnóstico e reabilitação auditiva. Objetivo: Analisar os
principais sinais, sintomas auditivos e fatores de risco da perda auditiva de pré-escolares em Curitiba e elaborar
um material informativo relacionado à promoção da saúde auditiva e a prevenção da perda auditiva na infância.
Método: Estudo transversal e quantitativo, realizado com os pais ou responsaveis dos pré-escolares da rede
municipal na Cidade de Curitiba/PR em parceria com o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). Inicialmente
foi enviado aos pais ou responsáveis um questionário, via agenda escolar,. O instrumento abrangeu questões
relacionadas à criança, sobre a gestação e saúde, a fim de observar a presença de fatores de risco para perda
auditiva e sinais auditivos. Posteriormente foi elaborado um folder com informações relacionadas à promoção
da saúde auditiva e à prevenção da perda auditiva na infância Resultados: Participaram do estudo, 561 pais ou
responsaveis de pré escolares da cidade de Curitiba. Com relação ao questionário, foi possível observar que 20%
da população pesquisada apresentou alguma queixa relacionada à audição. Quanto os fatores de risco, os de
maior ocorrência foram a otite média (47,4%) e a exposição ao ruído ambiental ou atividades de lazer (23,5%).
O folder foi elaborado com informações sobre dados epidemiológicos, causas e conseqüências da perda auditiva,
prevenção e cuidado com a audição, identificação precoce, desenvolvimento normal de linguagem e sinais de
alerta da perda auditiva. Conclusão: Este estudo permitiu verificar que o índice de sinais e sintomas da perda
auditiva é elevado em crianças de 4 a 5 anos de idade, o que reforça a necessidade de prevenção e cuidado. O
folder será um importante aliado no empoderamento de Pais e Professores nas questões relacionadas à saúde
auditiva da criança.

Publicado
2018-06-05