ENTROPIO BILATERAL EM CÃO – RELATO DE CASO

  • Milton Mikio Morishin Filho
  • Vinicius Ferreira Caron
  • Gauber Luebke
  • Ana Carolina Andrade
  • Lara Lacerda
  • Jennifer Munoz Grein

Resumo

Entrópio é a inversão pálpebral, uni ou bilateral, podendo ser de ocorrência genética, como
no caso de Sharpei devido às dobras da face, ou por problemas oculares adquiridos como no
caso de conjuntivite, úlceras de córnea ou prolapso da glândula da terceira pálpebra (Silva Junior,
2013). No caso da raça Sharpei, se manifesta antes das duas ou três semanas de idade, ou
após, apresentando sinais clínicos como epífora, blefarospasmos, secreção ocular e conjuntivite
(Silva Junior, 2013). Ocasionalmente o entrópio é uma afecção bilateral, mais frequente em
cães e raramente em gatos, onde a porção lateral da pálpebra inferior é a mais afetada seguida
pela pálpebra superior (Moraes Castro, 2015) Este trabalho tem por objetivo relatar um caso de
blefaroplastia (correção cirúrgica) em entrópio congênito bilateral, bem como ressaltar a importância
de se utilizar a técnica correta em sua realização, tendo como base o sucesso cirúrgico relatado.

Publicado
2018-10-09