HIPERPARATIREOIDISMO SECUNDÁRIO RENAL EM CÃO: RELATO DE CASO

  • Bruna Marcondes Ditzel
  • Jéssica Eloize Portella
  • Vinicius Ferreira Caron

Resumo

Pacientes com doença renal crônica (DRC) podem demonstrar várias alterações no organismo,
dentre elas diminuição na produção do calcitriol e retenção de fósforo devido a diminuição da função
renal, contribuindo para o surgimento do hiperparatireoidismo secundário renal (HPSR) (STILLION
e RITT, 2009). Animais que apresentam HPSR tem alterações significativas no metabolismo do
cálcio, bem como nos níveis circulantes de PTH, fósforo e calcitriol.

Publicado
2018-10-04