Appropriation, remédiation, bricolage : quelques réflexions sur la crise d’un paradigme identitaire (Apropriação, remediação, bricolagem: algumas reflexões sobre a crise de um paradigma identitário)

Pierluigi Basso Fossali

Resumo


Há uma responsabilidade da voz enunciativa para além de seus movimentos de objetivação, de dessolidariedade, de bricolagem ou de retomada tal como a da semiosfera “respirada”. Paralelamente, a ideia de sustentar que uma mídia é sempre uma mediação de mediações não nos subtrai da tarefa de compreender a apropriação paradoxal de uma mídia da parte de uma outra mídia. A apropriação mostra que há ainda riscos a considerar na relação intermedial, o que a opõe à configuração rasa do uso que remete apenas aos papéis codificados ou submetidos à razão instrumental. O artigo propõe a apresentação sintética de proposições teóricas em torno da noção de remediação e visa a reabrir a reflexão sobre a noção de bricolagem na intersecção da institucionalização do sentido e da criatividade dos atos de linguagem.


Palavras-chave


Apropriação; Remediação; Bricolagem; Dispositivo; Criatividade.

Texto completo:

PDF EPUB

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Linguagens Universidade Tuiuti do Paraná - ISSN / 1980-5276

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.