A representação do Impeachment Day mediada por hashtags no Twitter e no Facebook: semiose em redes híbridas

Geane Carvalho Alzamora, Luciana Andrade Gomes Bicalho

Resumo


O trabalho investiga a função mediadora das hashtags #naovaitergolpe e
#foradilma no Twitter e no Facebook durante o Impeachment Day, relativo ao dia 17 de abril de 2016, data da votação na Câmara da abertura do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff no Brasil. Compreendemos o compartilhamento das hashtags como um processo de semiose permeado por uma variedade de aspectos sígnicos que envolvem processos diferenciados de representação em cada ambiente midiático investigado. Os resultados apontam para a configuração de um processo híbrido de mediações, o qual aciona redes mediadoras variadas por meio de proximidade e alteridade na articulação entre hashtags. Esse movimento, próprio da noção peirceana de experiência colateral, associa teias de relações lógicas ao processo comunicacional investigado, resultando em especificidades sígnicas regidas pelo domínio simbólico no Facebook e pelo domínio indicial no Twitter.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Linguagens Universidade Tuiuti do Paraná - ISSN / 1980-5276

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.